Quinta-feira, 2 de Outubro de 2008

Complexidade racional

 

Será que a necessidade de escrita funciona meramente como um processo de reflexão interior ou como tentativa de um entendimento não conseguido no decorrer das reacções diárias? Ultimamente, tenho pensado acerca disso e da questão de escrever para me descomplicar ou para complicar o descomplicado...

 

Uma coisa é certa, nem sempre o que é escrito é bem exposto ou interpretado...por vezes há pensamentos de tal forma inconstantes que até eu própria tenho diferentes formas de os interpretar em diferentes alturas de uma eventual leitura reflexiva.

 

Tudo muito complicado de facto, ou não fosse eu uma eterna complicada...aquela que constantemente confronta o pensar e o sentir... o agir e o reflectir...o simplificar e o complexificar. Incompreensivelmente, tão depressa há a existência de sentimentos reconfortantes como repentinamente há-os também insatisfeitos e incoerentes.

 

No decorrer de tantas palavras desenfreadas permanece sempre algo a dizer...uma incerteza sem resposta clara, um tentar perceber simplesmente porque sim, porque busco constantemente respostas para o inquestionável, luto por coisas inalcançáveis, tento controlar o incontrolavelmente irremediável, acabando por nem sempre fazer sentido para quem eventualmente me tente compreender.

 

Conclusivamente, sou alguém que apenas vai questionando os limites das ideias e maneiras de expressão...alguém que inconscientemente, ou conscientemente tendo em conta que penso nisso agora, tenta encontrar a segurança na insegurança com que a vida se apresenta.

Estou...: complexamente racional
Música: Breaking Benjamin-follow
Publicado por ascertezasdasincertezas às 00:34
link do post | Comentar | favorito
|
5 comentários:
De umbreveolhar a 11 de Outubro de 2008 às 15:16
Li e gostei. Aproveito para desejar um bom fim de semana com tudo de bom.
Cumprimentos e até breve,
Carlos Alberto Borges
De becas a 8 de Outubro de 2008 às 08:56
realmente e muito complicado Luisa mas muito mais quando isso pode dar cabo de uma relação que tem como fundamento bases solidas e ammizade coisa que eu nunca seria capaz de fazer.
De lovenox a 6 de Outubro de 2008 às 14:59
Não sei se já te aconteceu estar a escrever e não conseguir expressar bem os pensamentos, é engraçado, já consegui escrever abstraindo-me totalmente desses pensamentos, como se estivesse a ir buscar as palavras a uma espécie de limbo do pensamento, uma espécie de espaço vazio cerebral onde as palavras vagueiam e nós as vamos apanhando à deriva e o curioso é que no fim faz sentido.
De Just Moments a 3 de Outubro de 2008 às 21:13
...realmente escreves muito bem!!

e consciente ou não vais encontrar a segurança que tanto procuras!

Beijinhos
De complicadinha a 2 de Outubro de 2008 às 08:38
Meu Deus!! Tanta complicação!?! Ainda temos de trocar de nome!! Beijocas e let it flow! : )

Comentar post

E eu sou assim...


ver perfil

seguir perfil

. 144 seguidores

pesquisar

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Inconstâncias recentes

Sentimentos Revoltos

Reflexões Matinais

Palavras Perdidas

Futuro

Contos de Fadas

Pequena Colaboração

Recordações únicas

Cansaço

Sem palavras

Inconstâncias armazenadas

tags

todas as tags

eXTReMe Tracker
blogs SAPO

subscrever feeds