Sábado, 19 de Dezembro de 2009

Palavras

 

Se já não sei viver sem ti? É verdade.

 

Cada vez gosto mais de ti? É um facto.

 

Se tento de tudo para não demonstrar a minha vulnerabilidade cada vez que não estou perto de ti? Sim, confesso.

 

Gosto de ti, já não vivo sem ti e no entanto sinto-me mal cada vez que o digo. Para mim sentir-me dependente de alguém é expor-me, retirar a camada que me protege.

 

Magoa-me quando tenho a percepção de ser mais sentimentalista do que tu? Um pouco.

 

Sou feliz, nunca me senti tão bem em ter alguém como tu, e mesmo assim dói um bocadinho quando te digo tudo o que sinto, o que vai mesmo cá no fundo, e noto que não és assim. Não vais gritar ao mundo o que sentes por mim porque não és assim. Discreto. Gostas mas por vezes não dizes.

 

Se gosto quando de vez em quando me dizes o que sentes? Adoro.

 

Porque apesar de te ter todos os dias e comprovar que gostas de mim, assim como eu gosto de ti, também é bom ouvir as palavras.

 

Hoje gostei de as ouvir.

 

 

Música: 12 stones-lie to me (acoustic)
Publicado por ascertezasdasincertezas às 00:06
link do post | Comentar | Ver comentários (4) | favorito
|

E eu sou assim...


ver perfil

seguir perfil

. 144 seguidores

pesquisar

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Inconstâncias recentes

Palavras

Inconstâncias armazenadas

tags

todas as tags

eXTReMe Tracker
blogs SAPO

subscrever feeds