Quarta-feira, 13 de Abril de 2011

Pequena Colaboração

 

Não é hábito meu utilizar este espaço para outros fins senão esvaziar a alma mas desta vez uma amiga precisa de uma ajudinha e cá estou eu para isso.

 

Pedia a todas as mulheres que perdem o seu precioso tempo a ler os meus devaneios para responderem a um pequeno e muito curto questionário. É algo fácil e que não vos rouba mais do que um minuto.

 

Este é o link

 

Nós agradecemos, é de extrema importância a obtenção do maior número de respostas.

 

E se quiserem divulgar agradecemos também.

Publicado por ascertezasdasincertezas às 22:42
link do post | Comentar | favorito
|
Domingo, 3 de Abril de 2011

Recordações únicas

 

Normalmente há sempre aquela tentação de se dizer “se pudesse voltar atrás para voltar a viver de novo aqueles momentos”.

 

Essa ânsia está sempre presente mas no fundo tenho consciência que se voltasse realmente atrás não voltaria a ser perfeito. A razão pela qual certos momentos são inesquecíveis e ficam marcados na nossa memória como perfeitos é mesmo essa. Foram vividos naquele instante, sem serem conhecidas as consequências de certas acções. O friozinho na barriga por não se saber se estamos a agir da forma mais correcta, se nos iremos arrepender das nossas acções e decisões. E no fim, se iremos sorrir e pensar que não podíamos ter agido de outra forma, que aquela foi a mais arriscada mas também a mais acertada.

 

Por circunstâncias da vida, algumas recordações estão agora a emergir e um desejo de voltar a passar por alguns episódios da minha vida, que sei que poucas pessoas têm a possibilidade de viver, renasce. Foi uma altura da minha vida revitalizante e inesperada, onde a ingenuidade de quem está a apenas a iniciar a vida adulta se misturou perfeitamente com a loucura de aproveitar cada instante da vida como se fosse único, pondo de lado a minha racionalidade habitual. Provavelmente foram os melhores momentos da minha vida e espero profundamente nunca me esquecer de cada pormenor, de cada passo, de cada pensamento, palavra ou sentimento. Isto, porque foi com base nesses momentos memoráveis que tenho o que construi até hoje.

 

Não, não quero voltar atrás. Em vez disso, quero reter as lembranças num recantos do meu ser e puder relembra-las sempre que me apetecer, com todos os pormenores como se fosse hoje. Afinal de contas pode ter sido algo inesquecível mas quem sabe se o que vivo hoje também fará parte dos momentos a reter para sempre no futuro…

 

Música: Adele - Someone like you
Publicado por ascertezasdasincertezas às 20:54
link do post | Comentar | Ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

Factos

 

Por vezes, é preciso observar as pessoas que nos rodeiam para constatamos que na realidade temos uma vida melhor do que julgamos.

 

"Reborn and shivering
Spat out on new terrain
Unsure, unconvincing
This faint and shaky hour

 

Day one, day one
Start over again
Step one, step one"

 

Estou...: grata pelo que tenho
Música: Alanis Morissette - Not As We
Publicado por ascertezasdasincertezas às 22:36
link do post | Comentar | Ver comentários (4) | favorito
|
Domingo, 3 de Agosto de 2008

O melhor a fazer...

 

Não consigo ficar indiferente ao que escrevi e ao que se passou na realidade. Decidi eliminar o que guardei aqui e pensei ser o que tinha restado do passado.

 

Percebi da pior forma que tudo isto é inútil e sinto não valer a pena imortalizar algo desta maneira. No fundo, só eu aprendi com as experiências que tive independentemente de as ter exprimido através da escrita ou não.

 

Com esta minha decisão, recordo o meu receio em conseguir voltar a ser feliz...hoje sei que o sou, apesar dos pequenos altos e baixos que qualquer pessoa tem.

 

Estou...:
Música: Brandi Carlile - The Story
Publicado por ascertezasdasincertezas às 16:37
link do post | Comentar | Ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Inesperadamente

 

Receio não vir a conseguir voltar a relatar aqui o que sinto.

Estou bem. Uns sentimentos foram e novos voltaram. Rápida e inesperadamente. Tudo a uma velocidade de tal forma extrema que fico reticente se não estará a ser tudo demasiado rápido.

No entanto, encontrei o que pensei não existir. Apenas não tenho capacidade de o exprimir através da escrita... Apenas de o vivenciar...

 

"When you look me in the eyes,
And tell me that you love me.
Everything's alright,
When you're right here by my side.
When you look me in the eyes,
I catch a glimpse of heaven.
I find my paradise,
When you look me in the eyes."

 

Estou...: incapaz de me expressar
Música: Jonas Brothers: When You Look Me In The Eyes
Publicado por ascertezasdasincertezas às 23:40
link do post | Comentar | Ver comentários (6) | favorito
|

E eu sou assim...


ver perfil

seguir perfil

. 144 seguidores

pesquisar

Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Inconstâncias recentes

Pequena Colaboração

Recordações únicas

Factos

O melhor a fazer...

Inesperadamente

Inconstâncias armazenadas

tags

todas as tags

eXTReMe Tracker
blogs SAPO

subscrever feeds